Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

17.Jan.18

Quando fazemos o que gostamos, nota-se a diferença

P.A
É óptimo quando fazemos o que gostamos. Melhor ainda se o conseguirmos fazer, trabalhando.Que o diga José Rodrigues dos Santos que na semana passada, ao fim de décadas, desabafou que finalmente podia viver da escrita.Um desabafo que muitos, pela certa, gostariam de partilhar.Conheci recentemente dois grupos de amigas que decidiram juntar-se. Não sendo fácil, partiram para uma nova aventura nas suas vidas. Uma aventura contra o não, contra o não consegues, contra o é difícil. Uma (...)
02.Jan.18

O segundo dia do ano

P.A
O segundo dia do ano costuma seguir um conjunto de regras muito específicas. Existe uma espécie de menu de degustação de experiências típicas da ocasião, em que o cardápio nem muda muito de ano para ano. Acaba por se tornar numa espécie de roupa velha. Com os restos do nosso ano anterior.   Ora vejamos, ao contrário do primeiro dia [do ano] que é feriado para muitos, o segundo não o é para todos. Então é com relativo ódio que somos apresentados ao início oficial das (...)
13.Set.17

O Café dos nossos dias

P.A
O café, ou de forma mais correcta, a baga do café, foi descoberta não por humanos curiosos mas sim por pequenas cabritas que, não satisfeitas com o seu cardápio habitual, resolveram esticar um pouco mais a sua língua para recolher aquela baga extra que habitava em seu pasto verde. São cabras, que esperavam? Estão sempre à procura de bagas comprometidas e que não lhes dizem respeito. A partir desse momento, em que devoravam aquelas pequenas bagas, qual Popeye com o seu (...)
14.Ago.17

Hoje é o melhor dia para trabalhar!

P.A
Hoje é aquele dia que há 8 meses atrás, na entrada do novo ano, todos os que trabalham, olham pela primeira vez o actual calendário (como fazem desenfreadamente todos os anos) e ao repararem no 14 de Agosto, exclamam prontamente uma palavra: PONTE! Aquela felicidade anual de conseguir encaixar todas as peças do nosso dominó do ócio, por forma a unir o maior número possível de fins-de-semana a feriados, atinge hoje um dos seus expoentes máximos.Feriados em Agosto, só podiam (...)
08.Ago.17

O Café em Horário Laboral

P.A
Beber um café em horário laboral é, para a maioria das pessoas que conheço, um acto social. Muito embora, para mim, pela minha observação, seja para alguns apenas um mero escape do trabalho, numa espécie de desculpa perfeita que o chefe não leva a mal, só para conseguirem saltar, nem que seja por um bocadinho, a cerca laboral obrigatória. Era como quando a nossa mãe só tolerava as nossas saídas com o Carlitos, porque era um bom rapaz e confiava nele.Com o café, agora é a (...)