Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

19.Jul.17

Eleições Autárquicas - Tesourinhos 2017

P.A
Diz-se por aí que uma boa imagem, um bom slogan, uma boa frase motivacional podem convencer alguns eleitores a mudar a sua intenção de voto. Diz-se. Será verdade? A verdade é que com tanta freguesia em Portugal, torna-se realmente complicado garantir a sobrevivência de alguma "criatividade sloganística" por todo o território, mesmo que seja espaçada em intervalos de 4 anos. Mas o que me faz alguma confusão aqui é que toda esta escolha de slogans pareça mais uma espécie de (...)
29.Jun.17

As Redes Sociais, os Media e Pedrógão Grande

P.A
Ontem parei um pouco e tentei analisar o comportamento desta máquina informativa que nos envolve hoje em dia.Como é que isto funciona? Existem tragédias no mundo, falhas, erros, problemas. Mas como é que sabemos de todos estes assuntos? Que prioridade existe afinal na informação? Passámos as duas últimas semanas em constante foco em Pedrógão Grande. Principais destaques, dramas, lutas, perdas. Uma tragédia apresentada com elevado teor de importância, que na realidade, (...)
01.Jun.17

O "Sculptor" Português

P.A
É certo que toda a gente fala de Ronaldo, Salvador Sobral e Zezé Camarinha* como embaixadores da cultura portuguesa mundo fora.Mas, recentemente, com tanta vitória Portuguesa por essa Europa, que deixou até este povo agastado, tanta euforia foi, ficou esquecido um senhor.Tímido, trabalhador, humilde, viu de um dia para o outro o seu trabalho (de)batido em praça pública. Mas, mais uma vez, como muitos outros, teve de ir lá fora para encontrar o reconhecimento devido. Falo do (...)
16.Mai.17

E pronto, acabou a brincadeira...

P.A
A conta da EDP não perdoa e deve estar para breve.A renda está paga e o telemóvel carreguei ontem.O IRS, esse, já o fiz. Hoje é aquele dia em que a balança da realidade começa novamente a equilibrar por via dos últimos vapores do entusiasmo do fim de semana. Como se fossemos um potente Ferrari mas na reserva, sem entusiasmo. O Salvador já não me faz esquecer que a Maria Leal existiu mesmo.A lambreta do Eliseu, lembra-me apenas que tenho de ir mudar o óleo do carro.E o (...)
15.Mai.17

E depois vem sempre a segunda-feira...

P.A
Depois destes dias em festa, chega agora a hora de retomar a rotina deixada na outra vida que tínhamos antes deste fim de semana. Aquela vida deixada em "pause" na sexta-feira, com ou sem tolerância de ponto, em que se assistiu à chegada do Papa ao nosso país, rodeada pelo fantasma de um eventual atentado, em que os benfiquistas ainda tremiam com um eventual empate ou derrota, na Luz, contra o quarto classificado e já era bom estar numa semi-final do festival da Eurovisão. Tudo (...)
14.Mai.17

O melhor 13 de Maio de sempre

P.A
Vamos lá tentar explicar o dia de ontem por ordem cronológica que, embora sejam apenas 24 horas, foi muita coisa ao mesmo tempo.  - Começa o dia,  inocente.  Hora de acordar, tomar o pequeno almoço, ligar a TV para ver o que se passa. Temos o Papa, o líder espiritual da Igreja Católica, no nosso país a dirigir-se ao mundo. Milhões de peregrinos em êxtase! - Depois de celebrada a missa, é hora de ir almoçar/lanchar. O Benfica sagra-se pela primeira vez Tetracampeão. (...)
10.Mai.17

O Salvador da Eurovisão?

P.A
É verdade.Este ano sei e até estou a escrever sobre um programa que só sabia que já tinha terminado quando eventualmente lia/ouvia algo sobre o seu vencedor. É que com o passar dos anos fui percebendo que para ouvir músicas vencedoras da Eurovisão, bastava-me ir ao Urban. Não tinha de esperar um ano pela próxima rodada. Além disso, o Urban tem menos mulheres barbadas. Algumas, mas menos. Mas o que mudou?Este ano temos um Salvador. Um Salvador musical e isento de remixes. Resta (...)