Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

23.Mai.18

Palavras Cruzadas - O meu Trânsito

P.A
Descobri recentemente que o trânsito está para mim como o tal bouquet está para a minha namorada.Quem a conhece não diria que derrotou 45 gladiadoras solteironas na arena, todas sedentas, não de sangue mas sim daquele simbólico arranjo floral.E a mim, quem me conhece, não diria que em plena hora de ponta no IC19, envergonharia o Fernando Rocha nos 100 metros palavrões.Mas infelizmente é verdade. Tornei-me recentemente no Obikwelu do tabuísmo.Eu se calhar até já tinha este (...)
09.Mai.18

Palavras Cruzadas // O Pecado Original

P.A
A Rita desafiou-me esta semana para escrever sobre uma temática bastante peculiar.Imaginem por momentos que só podiam comer um alimento para o resto da vossa vida. Um só. Nada mais.Qual escolheriam? E porquê? Os românticos responderiam Amor. E viveriam em plena felicidade para o resto dos seus dois dias e meio de vida sem água.As mais atrevidas responderiam Cenouras. Porque... fazem bem aos olhos.E os mais barrigudos, Cevada. Porque preferem loiras. E todos teriam a sua razão. (...)
25.Abr.18

Palavras Cruzadas - Por favor não me tirem o humor...

P.A
Quer dizer, aquele de segunda-feira de manhã, podem levar. E o outro de quando estou cheio de fome também.  Mas o bom humor não. Esse deixem-no ficar. Até porque ao fim destes anos todos de Monty Python, Herman Enciclopédia, Gato Fedorento e mais recentemente Bruno de Carvalho, já estou meio que apegado ao bicho. De tal forma que dou comigo, qual guloso em busca da sua barra de chocolate, meio embaraçado - meio entusiasmado, sempre à procura de mais um bocadinho de bom humor. A (...)
11.Abr.18

Cheira bem, mas não a Lisboa

P.A
Se os nossos 5 sentidos estudassem todos na mesma escola, o olfacto seria aquele pobre coitado, low profile, diariamente bullyzado pelas bullys visão e audição, sem tacto nenhum, em que o paladar lhe tentava roubar constantemente o lugar à mesa. Em que por mais que se esforce, se os outros sentidos não cooperarem, não vai a lado nenhum. Uma espécie de Nuno Markl em adolescente. Imaginem agora por momentos que a minha única característica atractiva para o público feminino era (...)
21.Mar.18

Começou o Festival de Primavera

P.A
Nem dei muito por ela, mas parece que começou ontem e a horas. Sejam então muito bem-vindos a uma nova edição do "Sofre In Primavera". Alergias, borbulhas e tosses, tudo está a ser preparado com muito cuidado para receber mais uma edição do "Sofre in Primavera 2018". Este ano num espaço totalmente remodelado e bem mais poluído como convém, com um cartaz de fazer inveja a outras estações do ano.Apresentam-se como cabeça de cartaz nas primeiras semanas, os repetentes "Falta de (...)
14.Mar.18

Palavras Cruzadas || Aquele brinquedo que eu sempre quis

P.A
Estávamos algures na década de 90. O ano não sei ao certo. Lembro-me sim que acordava sempre cedo aos fins-de-semana. Pela manhãzinha. Mesmo naquelas manhãs que dói acordar, eu estava lá. Mais ou menos agasalhado, lá estava eu a carregar no botão da TV às 7:30 em ponto. Acordava sempre com sede. Muita sede.   Muita sede de desenhos animados. Mas também por aqueles anúncios sempre temáticos plenos de bonecos e brinquedos novos feitos à medida para nos obrigar a fazer (...)
28.Fev.18

Palavras Cruzadas - Ser convidado para um casamento

P.A
Novo ano, novos casamentos.Tudo normal.Estamos em Fevereiro e fui convidado para um casamento.Mas desde que um bouquet de noiva mudou a minha vida e me tornou exactamente na mesma pessoa, só que com um blog para alimentar, que passei a receber os convites com um sorriso "diferente" na cara.Em criança ir a um casamento era como ser um anexo de uma casa. Os protocolos formais de apresentação, limpeza impecável e as facturas chatas da electricidade e água, eram todas responsabilidade (...)
22.Fev.18

A insustentável leveza do Ter

P.A
Desde a sua génese que o ser humano sempre desejou ter. E ter mais. E ainda um pouco mais.Até já podia ser dono de meio mundo e ter muito. Mas faltava-lhe sempre qualquer coisa.Esta sensação de desejo do desconhecido, de borboletas na barriga pela posse alheia, da galinha da vizinha ser melhor do que a minha, ou no caso de alguns adúlteros, a vizinha apenas, sempre nos acompanhou e acompanhará até ao fim dos nossos dias.Até mesmo a Eva, tendo todo um paraíso para usufruir, (...)
14.Fev.18

Cuidado, hoje é dia de se levar a mal

P.A
Se ontem foi terça-feira de Carnaval e ninguém levou nada a mal, hoje, e apenas 24 horas depois, já não é bem assim. Cuidado. É que já se voltou a levar a mal.Por exemplo, se hoje a sua chefe de escritório lhe aparecer à frente vestida de enfermeira, já não é a brincar. É assédio.Ou se aquele seu colega ateu aparecer vestido de padre no trabalho, já não é a brincar. É blasfémia.Ou se por exemplo, filmar uma criança a fazer birra e uma super psicóloga de óculos (...)
07.Fev.18

Palavras Cruzadas - Qual é o seu tipo de pessoa?

P.A
Ao longo da nossa vida vamos olhando para o que nos rodeia, sempre com um espírito crítico de análise, de tomada de decisão sobre algo que se passa, tentando sempre pensar bem, ponderando, para assim, por fim, tomar uma posição. A nossa posição.A "alegadamente" correcta.Depois de a elaborarmos podemos elogiar, ou cortar a direito na casaca, ou até mesmo em casos de sedução avançada, se nos agradar, piscar o olho de forma sedutora [coisa que nunca consegui concretizar sem me (...)