Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

14.Mar.18

Palavras Cruzadas || Aquele brinquedo que eu sempre quis

P.A
Estávamos algures na década de 90. O ano não sei ao certo. Lembro-me sim que acordava sempre cedo aos fins-de-semana. Pela manhãzinha. Mesmo naquelas manhãs que dói acordar, eu estava lá. Mais ou menos agasalhado, lá estava eu a carregar no botão da TV às 7:30 em ponto. Acordava sempre com sede. Muita sede.   Muita sede de desenhos animados. Mas também por aqueles anúncios sempre temáticos plenos de bonecos e brinquedos novos feitos à medida para nos obrigar a fazer (...)
21.Dez.17

O dia em que a minha avó se tornou bisavó

P.A
Ainda me lembro quando o vi pela primeira vez.Estava ali, deitado, indefeso, com todos à sua volta.Tinha acabado de nascer. Embora não tivesse essa consciência naquele momento, terminara ali, naquela alcofa, o meu reinado de 4 anos de neto único.Era o fim de P.A, o primeiro.E um nenuco de 3kg bastou. Anos depois, as memórias que saltam são dele a começar a brincar com os meus brinquedos. Até foi bom para mim. Como sou filho único, aprendi assim, cedo, o espírito da partilha. (...)
20.Set.17

Não deixem os Jogos Tradicionais morrer

P.A
Acabo de ler que a Toys 'R' US apresentou um pedido de insolvência. Todo aquele fascínio de uma criança em corredores gigantes de brinquedos, aquela felicidade no olhar na perdição de tanto boneco e brinquedo, toda essa fantasia, parece ter, por estes tempos, os dias contados.A Toys 'R' Us não se adaptou atempadamente ao mercado online e faliu. Bolas e eu que gostava tanto de ver aqueles miúdos que embora não chorem quando levam uma valente chapada dos progenitores, ouvida desde (...)