Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

25.Abr.18

Palavras Cruzadas - Por favor não me tirem o humor...

P.A
Quer dizer, aquele de segunda-feira de manhã, podem levar. E o outro de quando estou cheio de fome também.  Mas o bom humor não. Esse deixem-no ficar. Até porque ao fim destes anos todos de Monty Python, Herman Enciclopédia, Gato Fedorento e mais recentemente Bruno de Carvalho, já estou meio que apegado ao bicho. De tal forma que dou comigo, qual guloso em busca da sua barra de chocolate, meio embaraçado - meio entusiasmado, sempre à procura de mais um bocadinho de bom humor. A (...)
28.Fev.18

Palavras Cruzadas - Ser convidado para um casamento

P.A
Novo ano, novos casamentos.Tudo normal.Estamos em Fevereiro e fui convidado para um casamento.Mas desde que um bouquet de noiva mudou a minha vida e me tornou exactamente na mesma pessoa, só que com um blog para alimentar, que passei a receber os convites com um sorriso "diferente" na cara.Em criança ir a um casamento era como ser um anexo de uma casa. Os protocolos formais de apresentação, limpeza impecável e as facturas chatas da electricidade e água, eram todas responsabilidade (...)
22.Fev.18

A insustentável leveza do Ter

P.A
Desde a sua génese que o ser humano sempre desejou ter. E ter mais. E ainda um pouco mais.Até já podia ser dono de meio mundo e ter muito. Mas faltava-lhe sempre qualquer coisa.Esta sensação de desejo do desconhecido, de borboletas na barriga pela posse alheia, da galinha da vizinha ser melhor do que a minha, ou no caso de alguns adúlteros, a vizinha apenas, sempre nos acompanhou e acompanhará até ao fim dos nossos dias.Até mesmo a Eva, tendo todo um paraíso para usufruir, (...)
14.Fev.18

Cuidado, hoje é dia de se levar a mal

P.A
Se ontem foi terça-feira de Carnaval e ninguém levou nada a mal, hoje, e apenas 24 horas depois, já não é bem assim. Cuidado. É que já se voltou a levar a mal.Por exemplo, se hoje a sua chefe de escritório lhe aparecer à frente vestida de enfermeira, já não é a brincar. É assédio.Ou se aquele seu colega ateu aparecer vestido de padre no trabalho, já não é a brincar. É blasfémia.Ou se por exemplo, filmar uma criança a fazer birra e uma super psicóloga de óculos (...)
07.Fev.18

Palavras Cruzadas - Qual é o seu tipo de pessoa?

P.A
Ao longo da nossa vida vamos olhando para o que nos rodeia, sempre com um espírito crítico de análise, de tomada de decisão sobre algo que se passa, tentando sempre pensar bem, ponderando, para assim, por fim, tomar uma posição. A nossa posição.A "alegadamente" correcta.Depois de a elaborarmos podemos elogiar, ou cortar a direito na casaca, ou até mesmo em casos de sedução avançada, se nos agradar, piscar o olho de forma sedutora [coisa que nunca consegui concretizar sem me (...)
24.Jan.18

E tu? Onde estavas no ano 2000?

P.A
Eu?Eu andava por Santarém, na pele de um adolescente conquistador, munido de uma face sexy toda ela revestida por uma armadura de pus e pequenas elevações em forma de 53 borbulhas.E era bem mais forte naquela altura já que transportava 23 kilos de livros diariamente às costas.Ainda me lembro que o som que mais gostava era o do segundo toque da escola e os professores não estavam lá. Que maravilha.Tirando isso, Nirvana. De todo o modo, no ano 2000, estaria provavelmente bem mais (...)
12.Jan.18

Assédio sexual ou Sedução?

P.A
Depois de assistir à cerimónia dos Globos de Ouro em que até o vestuário foi dedicado ao escândalo sexual do momento, comecei a pensar: o que é afinal assédio? A partir de que ponto podemos dizer, eh pá se calhar até estou aqui a ser assediado um bocadinho agora?   Em teoria e em bom português, é considerado assédio sexual, todo o conjunto de actos ou ditos com intenções sexuais, geralmente levado a cabo por alguém que se encontra em posição privilegiada.   Em teoria (...)
10.Jan.18

Palavras Cruzadas // O estranho caso da Mãe e Filho que nunca se falam

P.A
Devem ser quase 9:30 - penso eu, de mão no queixo e olhando para cima com ar pensativo.   E digo devem, não por saber ler a sombra do sol, mas porque acabei agora mesmo de me cruzar com duas pessoas a caminho do meu trabalho. Não é novidade. É frequente encontrá-los nesta deslocação a pé. Faça chuva, faça sol, neve não sei, mas só porque nunca nevou. Mas arriscaria que sim também. São o meu despertador. O meu indicador se devo acelerar o passo ou não. Eles fazem o (...)
02.Jan.18

O segundo dia do ano

P.A
O segundo dia do ano costuma seguir um conjunto de regras muito específicas. Existe uma espécie de menu de degustação de experiências típicas da ocasião, em que o cardápio nem muda muito de ano para ano. Acaba por se tornar numa espécie de roupa velha. Com os restos do nosso ano anterior.   Ora vejamos, ao contrário do primeiro dia [do ano] que é feriado para muitos, o segundo não o é para todos. Então é com relativo ódio que somos apresentados ao início oficial das (...)
10.Nov.17

O Night Summit

P.A
Peço desculpa a todos aqueles que aqui vieram na expectativa de lerem um pouco sobre tecnologia. Mas tenho de ser fiel ao título e falar da verdadeira caça aos talentos que se passa no Web Summit. Pelo menos ali depois das 18/19 horas que é quando acaba aquela parte mais chatinha, que entretém até chegar o Night Summit. Sim existe um Night Summit. Se o lusco fusco são 5/7 minutos e o pessoal tem de aproveitar rápido o clima (...)