Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

21.Nov.18

Já só faltam 34 dias para o Natal mas...

Expliquem-me só uma coisinha. Se faltam 34 dias para o Natal, porque raio a Black Friday é já esta sexta-feira?

 

Querem matar uma das artes mais tipicamente portuguesa que é a de deixar tudo para a última, porquê?

Que sabor a vitória tem o comprar tudo com um mês de antecedência? Expliquem-me por favor.

Quem é que não se sente um coninhas por dizer aos amigos que já comprou tudo e ainda nem ser Dezembro? Ninguém.

É como ser aquele aluno irritante da primeira fila da aula. O coninhas.

 

Se há coisa que orgulha um bom português no seu grupo de amigos é a coragem do deixar para a última. Do saber gerir em cima do joelho. Da arte do desenrascanço. Não se vai ler "Os Maias" todo. Lê-se o resumo. Claro.

Bom aqui podem fazer como eu, leiam tudo, mas depois digam só que leram o resumo para serem cools na mesma.

 

Mas esta arte do aguentar até à última, que querem agora extinguir com estas Black Fridays americanas precoces, é uma das leis basilares da definição do macho alpha no nosso mundo. Por este caminho, qualquer dia ganha aquele que arrota mais baixo. Ou que não cospe mais longe. Ou pior, o que urina menos tempo.

Se começamos a antecipar tudo assim, temo que em breve só encontremos estes machos alphas em zoos e não em andaimes.

 

Mas voltando à Black Friday, esse dia puramente natalício e de apelo ao consumismo cristão, onde reina a fé no saldo autorizado e em que no fim todos se dirigem religiosamente para a fila para comungar as suas compras. O CC (corpo de Cristo) dá lugar ao também CC (cartão de crédito) e em vez de ámen, diz-se o nif.

 

O padre é substituído pelo operador de caixa e o altar chama-se caixa central.

O confessionário é o provador. E o segurança, a beata da igreja.

Sempre a olhar.

 

Ir à Black Friday é de facto um acto natalício já a piscar o olho ao Natal que aí vem, mas entristece-me não ver o PAN a lutar pelos direitos dos machos alpha.

 

Não quero viver num mundo em que uma mulher tem de ir ao jardim zoológico para ouvir um piropo.

 

(imagem)

P.A

Só mais uma coisinha, já que falámos do Natal e religião:

Porque motivo recebem os ateus o subsídio de Natal?

 

Boas compras seus alphas coninhas.

 

___________

Este foi o 25º texto da rubrica Palavras Cruzadas, criada em parceria com a Rita da Nova. A ideia é irmo-nos desafiando uns aos outros através da escrita e escrevermos sobre temas que saem um pouco da nossa zona de conforto ou registo. Mas não só entre nós! Vocês também podem sugerir temas e escreverem também se gostarem das sugestões!

Este tema foi minha sugestão, vejam o que Rita escreveu no blog dela! 



16 comentários

Comentar post