Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

11.Dez.17

Já ias embora Ana...

"Já ias embora" ou "A culpa não é tua, é minha" são das frases mais comuns proferidas pelo sexo masculino quando tenta explicar que a relação chegou ao fim.

 

É exactamente assim que me sinto em relação à Ana.

 

Foi boa aquela primeira chuvinha, não nego.

Deu para divertir com as primeiras brisas. Deu. Mas revelaste um lado que desconhecia em ti.

Apesar de todos os alertas, primeiro laranjas, depois vermelhos, dados por amigos peritos em meteorologia feminina, ignorei.

Ignorei tudo. E não me preparei.

Não acreditei que fosse assim tão mau. Que fosses reagir assim. Afinal de contas pensava que te conhecia, como outras "Anas" que passaram antes por mim.

Admito, errei.

Ontem terminámos. Ou pelo menos, eu tentei.

E tu?

Tu fizeste uma tempestade.

 

Passaste a noite inteira à minha porta.

Não podia ir à janela. Lá estavas também.

Até tive de aumentar o volume da televisão para não te ouvir.

Toda a gente fala de ti hoje...

E supostamente já foste embora.

 

Raios parta Ana! - Assim só me dás razão.

 

Eu sei que custa. E que Portugal foi eleito ontem como o melhor destino turístico do mundo nos World Travel Awards.

 

Mas, já ias embora Ana...

 

 (imagem)

 

P.A.



3 comentários

Comentar post