Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A Exponoivos não é para meninos

Uns dizem que vão deixar de fumar, outros que vão mais ao ginásio. Este ano, fui mais radical. Entrei a matar em 2018.

Fui à Exponoivos. 

De qualquer forma não era nada disto que tinha previsto para 2018. Não me ia propor a algo tão violento, conscientemente. Mas aconteceu.

Fui sim, mas muito contrariado. Não que tivesse perdido uma aposta, ou feito aquele pedido ajoelhado que elas tanto adoram, mas sim porque sou amigo do meu amigo. E ele não quis passar esta provação sozinho. O cobarde.

Eu, coração mole, lá cedi. Muito embora ele me fique a dever uma na mesma. Uma amizade sem trocas é uma treta. 

 

Lá fomos. Chegámos e dirigimo-nos para a fila, para levantar os bilhetes.

Filas e filas de casais, dois a dois sempre no mesmo registo:

Ela, eufórica e faladora,

Ele, calado e concentrado, provavelmente já a imaginar o que se avizinhava, com o olhar perdido, distante.

O oposto de uma bilheteira para um jogo de futebol.

 

Chegou a nossa vez. Recebemos o bilhete acompanhado de dois folhetos de publicidade com aproximadamente uma lista telefónica de peso e entrámos. 

Mais pesados, mas entrámos.

Assim que entrei senti-me novamente em Marrocos. Só que cheirava ligeiramente melhor e os senhores não tinham todos o mesmo bigode. De resto era abordado a cada passo e o discurso era tal e qual o marroquino:

"Já tem?", " Quer ter?", "É o melhor que vai encontrar!",  "Já conhece os nossos produtos?", "Venha aqui ver melhor!", "É mesmo a sua cara!"

Eu sei que este meu ar de jovem casamenteiro, sedutor marido que há-de ser, ou até mesmo de futuro noivo maroto é o sonho de qualquer quinta de casamentos ou catering mais tropical, mas pelo menos podiam não ser tão oferecidas na abordagem! É que eu com essas perco logo o interesse. Nem lhes vejo o cupon. Publicitário.

 

Passada esta primeira zona de assédio casamenteiro, chegámos a outra secção de superação masculina imprópria para menores:

O desfile de vestidos de noiva

 

Tem mesmo de ser? Tem. É como ir a Roma e não ver o Papa.

Em que à partida pensamos que vai ser mais do mesmo e com uma música assim para o fofinho para trazer aquele sentimento ao momento. Só que depois afinal, quando começa, mais parece um videoclip da Ana Malhoa que nos deixa pregados à cadeira, só que em tons de branco e com meninas ainda com menos roupa.

Aprendi algo na exponoivos. É verdade. Não me posso queixar.

Fiquei a saber que para 2018, vão deixar de existir vestidos de noiva. Vai acabar finalmente essa moda antiga e pouco ousada.

Agora chama-se a lingerie de noiva.

Que beleza é uma entrada numa igreja em preparos de bordel, só que em branco fofinho para não chocar. Fiquei convencido. Assim acho bem mais piada. É para casar claro.

 

Infelizmente o desfile termina e é hora de nos aproximarmos da próxima prova:

A entrada em limusines pouco higiénicas derivado ao facto de toda a gente nas últimas 10 horas ter lá andando a roçar os seus glúteos.

 

Só entrei na primeira e guardei o panfleto. O meu médico de família podia vir a precisar.

Está decidido. Vamos de Smart para o copo de água.

 

Por fim a saída. Sentimentos dúbios tomam conta de mim.

Por um lado sinto-me desiludido porque pensava que ainda aguentava mais do que os 10 kilos de publicidade que tinha na mão esquerda, mas afinal tive de rejeitar, já perto do fim, os folhetos das alianças com oferta da impressão da impressão digital que tanto queria. Por outro, gostei de saber que tenho uns ombros e cintura perfeitamente equilibrados para o estilo mais actual de fato de noivo. Não sei bem o que significa, mas fiquei satisfeito.

 

Até porque nem todos ficam bem de boxers com laçarote.

 

(imagem)

 

P.A


E fazer like na página do facebook, não?

E porque hoje é Sexta-feira...

Deixo-vos o requinte que é ler a língua de Camões num cruzeiro.

 

A RTP que aprenda comigo. Em bom português.

 

WhatsApp Image 2017-10-13 at 00.39.32.jpeg

 

 

Não resisti a sharialhar.

Peço sorryulpa.

 

Bom fim-de-week pessoal.

 

Que não vos disturbem.

 

P.A

 

P.S. - Marotos! Não resistiram a pensar logo na palavra que rima com "disturbar", não foi?  

São coisas que ficam dos tempos de estudante, não é? Sempre a fazer isso a toda a hora. Dia e noite, dia e noite.

Percebo bem. É como eu. Veio logo o "estudar" à cabeça.

Marrões.

 

Ah, já me ia esquecendo de perguntar...

 

Já te "disturbinaste", Ana Malhoa?

 

 *-este post foi writescrito ao abrigo do novo acordo ortográfico marítimo personalizado, excepto Disturbar, que na realidade até existe e mas é preciso ir a alto mar para o saber.


E fazer like na página do facebook, não?

Desafio: Desarrumações mentais

Pois é, a Maria, invejosa claro, viu outras a fazer e toca de mandar também um desafio para o P.A responder.

Mandem mais meus docinhos! Não tenham recheio.

Não foi nada contra ti Maria, mas o outro desafio foi pedido primeiro.  Podes parar de enviar emails?

 

Aqui vai:

 

1 - Se te pagassem 100.000€ para posares na capa de uma revista, a segurar uma garrafa de champanhe numa mão e com alguém ao teu lado a dar-te morangos à boca vestido com o fato-de-banho verde do Borat, preferias que essa pessoa fosse o Manuel Luís Goucha ou o Fernando Mendes?

Eu preferia kiwi, mas por 100.000€ aceito os morangos. De resto, não vejo o desafio da coisa.

 

2 - Ias num cruzeiro, o teu barco naufragava, só havia dois sobreviventes e ambos davam à costa na mesma ilha deserta, com 4 metros x 4 metros. Teriam que obrigatoriamente conviver um com o outro todas as 24 horas do dia e ajudar-se mutuamente para sobreviver. Escolhias naufragar com o Donald Trump ou com o Kim Jong-un?

Ui, mas mil vezes o Trump! Passar 24 horas sem saber dizer o nome do outro?

"Oh psst anda cá!"

"Oh Manel lava os pés, mas do teu lado caraças!"

"Oh gajo que deve ter ido sempre à baliza quando era miudo, já apanhaste o peixe ou não?"

"Oh Quim Jonas! É pra hoje??"

 

3 - Estás de olhos vendados numa câmara de tortura a ouvir em loop os mesmos 5 CD's. Não sabes quanto tempo vais lá estar, pode ser 1 dia, pode ser um ano. Que banda sonora escolhias: Quim Barreiros ou Ana Malhoa?

Sinceramente? Ana Malhoa.

Se há coisa que o meu avô sempre me disse foi para nunca ficar sozinho, vendado, numa câmara de tortura, com um homem de bigode.

 

4 - Escolhe, rápido: uma martelada no meio da mão direita ou bater com o dedo mindinho do pé esquerdo na quina de um móvel?

Assim fica fácil. É que se fosse uma martelada na mão esquerda e o mindinho do pé direito, aí é que ficava sem saber o que responder.

Agora assim é simples: mindinho do pé esquerdo. A ver se assim afina o meu pior pé e já acerto com a bola na baliza. 

Além disso, a mão direita também convém estar em condições.

Para escrever no blog, claro.

 

5 - Última pergunta desta ronda: se fosses eleito presidente de Portugal, e te fosse concedido um génio da lâmpada que só te pudesse realizar um único desejo relativamente às tuas acções políticas, tu optavas por aumentar o salário mínimo para 1100€/mês ou fazer com que nunca mais houvesse um incêndio em Portugal?

Em primeiro lugar, estas versões de génios das lâmpadas dos chineses não dão com nada. Sempre cresci a acreditar nos 3 desejos e a orientar a minha vida nesse sentido. "Vamos salvar Portugal?" - Lamentamos só há um desejo. Não faz sentido.

Enfim, poupa-se sempre no que não se deve. Vai-se a ver e têm todos IPhones depois.

Assumindo então que este génio amputado de dois desejos existe, eu iria pelo cortar o eucalipto pela raíz, ou seja pelo "que nunca mais houvesse um incêndio em Portugal".

 

Até porque 1100€/mês nem para uma casa de jeito em Lisboa dá. Não salvava muito Lisboeta também.

 

 

Quem é que quero nomear para este desarranjo?

MariSofia

Sofia

 

Sim. Para quem leu o post de segunda-feira, também tenho queda para as que têm Sofia no nome.

 

P.A


E fazer like na página do facebook, não?

Desafio | Um pouco sobre mim

Olá pessoas que estão a ler isto em horário laboral. Tudo bom por aí? Esse trabalhinho? Forte? Na realidade não me interessa muito, só estava a fazer conversa.

Por aqui também se está bem de férias, obrigado. (Na realidade espero que sim, uma vez que estou a agendar este post.)

Esta semana vai ser uma semana diferente. Primeiro, porque estou de férias e vocês não. Não sei se já vos tinha dito.

Depois porque vou aproveitar estes dias, em que provavelmente não vou poder estar online, para responder aos desafios/posts em que colocaram o meu nome e agora sinto-me na obrigação de responder, embora não conheça nenhuma das pessoas pessoalmente, o que não comprometeria em nada a minha vida, mas mesmo assim ficava a pensar nisto e depois não dormia/questionários/correntes do estilo "passa e não ao mesmo". 

 

Sendo assim, hoje é dia de responder a uma grandessíssima estudante universitária. Uma tal de Tatiana que aparentemente não sabe o que é um GPS e continua indefinidamente em busca de um sentido. Google maps rapariga. Google maps!

 

E responder também a uma tal monstra da psicologia familiar, que resolveu criar um blog com o exacto tempo que já gastou a ler o meu.

 

Deixo-vos abaixo as respostas. 

 

1 - Oferecem-te uma viagem no tempo que não podes recusar. Que época escolhias?

Bom aqui existem vários factores a considerar.

Em primeiro lugar dá para levar um papel comigo com o euromilhões da semana passada? É que se assim for, até poupo na gasolina da viatura do tempo. "Era para o Quiosque da Baixa, na última sexta-feira, se faz favor." Até o motorista, se fosse taxista do tempo, iria reclamar pela curta distância.

Se não der para levar o papel, o que aproveito para acrescentar que é estupido não deixar, eu voltaria para o exacto dia em que um tal senhor acordou e disse "Olha que bela ideia era criar a EMEL!". Se pudesse mudar esse passado, mudava.

 

2 - Um filme que te arrependes de ter visto?

Não se deveria falar disto aqui. Mas uma vez em miúdo, vi assim às escondidas, não digam a ninguém, um filme com umas senhoras asiáticas desnudadas. Devia ser muito novo, mas achei o enredo fraquinho.

 

3 - Fotografar ou ser fotografado?

Fotografar. Assumo-me convictamente como o activo da relação com máquinas fotográficas. (Sim, plural. Sou um safado.)

 

4 - Se tivesses obrigatoriamente de apagar o blogue amanhã, qual era o título do último post que irias escrever no blogue?

Amigos, ela apanhou novamente o bouquet pelo que vou ter de apagar este e criar outro blog com um nome ainda maior.

 

5 - Tens [ou já tiveste] alguma celebridade que consideres como o teu ídolo?

O SpongeBob.

 

6 - Uma saída com amigos: discoteca até de madrugada ou jantar e ficam todos em casa a conversar?

Portanto, se ainda me considero o P.A da secundária ou o de agora? Obrigado por essa pergunta que me faz recordar o quão informático me tornei.

 

7 - Qual foi a frase que alguém alguma vez te disse e que nunca esqueceste [não precisa de ser profunda, há frases que simplesmente nos ficam na cabeça]?

"Nunca te esqueças disto!"

 

8 - Quando estás no carro ouves rádio ou escolhes a música que queres ouvir?

Depende, é que se estiver a dar a Mixórdia do Ricardo Araújo Pereira, oiço rádio, afinal de contas estive a gramar "40 minutos só de música seguida" para nada?

Depois da Mixórdia? CD. Adoro Ana Malhoa e não passa na Comercial.

 

9 - Se pudesses voltar atrás no tempo e dizer alguma coisa que ficou por dizer [porque só te lembraste depois, é o que acontece sempre], o que dirias?

Foi na escola, a um colega meu.

"A tua mãe disse que afinal o coco não saiu todo das calças, para levares outras"

 

10 - Se pudesses conhecer mais alguém dos blogues, quem seria? 

Finalmente a pergunta para passar e não ao mesmo, vamos lá a isso:

Chic'ana

Maria

Maria das Palavras

MariSofia

 

É verdade, tenho uma queda para as "Mari".

 

A Chic'ana foi só mesmo para despistar e lhe poder dar os Parabéns!

 

P.A


E fazer like na página do facebook, não?

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Queres mais conteúdo do bom? Segue-me no Bloglovin que eu depois digo-te onde.

Arquivo