Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A minha namorada apanhou o bouquet

A história de um rapaz e a namorada que apanhou o bouquet...

A minha namorada apanhou o bouquet

A história de um rapaz e a namorada que apanhou o bouquet...

O Finalista Português

É sem dúvida alguma o nome mais temido por terras espanholas por estes dias que passam.

 

Sinceramente eu acho que é só por causa do finalista português que os espanhóis ainda não nos invadiram.

Repare bem, todos os anos é a mesma coisa, o espanhol começa a olhar para Portugal como uma pequena quinta aqui ao lado que até tem umas coisas engraçadas. Invade o mercado com os seus produtos, compra-nos activos, controla alguns cargos importantes e o plano corre bem durante alguns meses. E nós nada. Até que chega a Páscoa.

Aquela altura do ano onde restos de copos, garrafas, lençóis, colchões,  toalhas, azulejos, tv's, enfim, tudo o que conseguirem agarrar, toma conta das zonas costeiras e resorts espanhóis. Um furacão que os coloca em sentido.

Alguns turistas que não conheçam o fenómeno ainda poderão acreditar que se trata de alguma tradição pascal espanhola. Mas não.

Não é tradição caro turista, é rendição. 

 

Obrigado finalista.

Obrigado por este oxigénio extra que nos dás todos os anos para aguentarmos aqui bem imponentes e temidos por mais um aninho. Para verem que não brincam assim aqui com o portuga.

Sabes, o problema até é nosso que não pomos os olhos em ti. Acaba a Páscoa e és sempre esquecido.

Em Maio volta outra vez o português que não faz mal a uma mosca e lá ficamos nós a depender da vossa fornalha de 2018 outra vez.

 

Bom mas vamos analisar o que tem conquistado o finalista.

Recorda-se de Lloret del Mar? Eu recordo perfeitamente. Afinal fui também eu destacado para essa missão há umas Páscoas atrás.

Hoje em dia espante-se:

Já não existe. Nenhuma agência de viagens oferece este destino para o finalista português. Qual Aljubarrota, o finalista português chegou e conquistou.

Com Lloret del Mar já fora do mapa, Marina d'Or, Benalmadena, CalpeSalut são os locais mais procurados por finalistas do secundário.

Então não é que Benalmádena (Torremolinos) já é nossa? Caiu este ano.

Cerca de mil finalistas altamente especializados conseguiram envergonhar os grandes favoritos de Marina d'or, esses que ainda são embaraçosamente aceites por lá. Os de Benalmádena não, fizeram o que lhes competia e em apenas 2 dias dominaram o território por completo e estão em Portugal bem mais cedo que o previsto a celebrar mais esta grande conquista.

Eu próprio, mais logo, ainda lá vou dar um bacalhau à malta. 

 

Mas quem é verdadeiramente este conquistador português dos tempos modernos? 

Aquele que embora só saiba em Julho se realmente é finalista ou não, coloca corajosamente a pátria em primeiro lugar antecipando a sua recruta logo em Abril?

Uma coisa é garantida, mesmo reprovando, para o ano é novamente finalista e vai voltar a tirar o calção ou biquini da gaveta e envergar honrosamente, mais uma vez, o uniforme do finalista português.

 

Ah que saudades! Quem me dera ter feito mais pela pátria. 

 

Coragem finalista! Para o ano há mais!

 

 (imagem)

 

P.A


E fazer like na página do facebook, não?

A Bela e o Monstro em 2017

É verdade, está de volta um dos clássicos da Disney.

 

No entanto muita coisa mudou.

 

A magia de um filme da Disney começava mesmo antes de entrar na sala. Bastava procurar os pais que tinham uma criança pendurada a puxares-lhe o braço de forma irritante, e ao mesmo tempo uma cara de que "Eu até ia era ver o Instinto Fatal..." mas como era um pai/mãe altruísta, lá tinham de ir à sessão da bonecada. Outra vez.

Era fácil e sabia-se logo que filme ia aquela família feliz ver.

 

Mas agora não. Entrámos num novo ciclo. Aquelas crianças penduradas cresceram e são agora pais. Os pais que conhecem a Disney.

E o que vemos agora em casa?

O filho com o comando na mão a querer ver o The Walking Dead e o pai o Pinocchio.

 

Eu até acho bem. No caso de passarmos mesmo por um cenário pós-apocalíptico, na verdade, aprende-se mais com o Rick. O Gepeto que me desculpe, mas fazer bonecos de madeira não me permitia chegar vivo à sétima temporada.

 

Por isso, caros Pais, caras Mães...

Por favor deixem os vossos filhos ver o filme como os vossos pais, aborrecidos, vos deixaram.

Parem de vibrar por filmes da Disney. Não estraguem tudo.

Correm o risco de ao recordar velhas memórias não se controlarem e vibrarem em demasia, chorar, saltar ou pior, serem spoilersQue pai é bom pai se é spoiler para o seu filho? Pensem nisto.

 

Peço apenas um esforço adicional. Que se contenha nas salas de cinema e não incomode em demasia os seus filhos que também pagaram bilhete e não estão para aturar criancices. Para isso tinham ficado na escola.

Não chore. Não pela sua dignidade, mas para evitar que o seu filho, preocupado consigo, deixe de ver o filme. Está a pôr em risco a recepção da mensagem que você tão bem recebeu quando era mais novo.

E tudo graças aos vossos pais.

Rijos que nem uma porta, que apenas estavam interessados na esplêndida decoração do tecto do cinema São Jorge durante a estreia da Bela e o Monstro em 1992.

 

Vá, conto convosco, está bem?

 

Abraço.

 

P.A


E fazer like na página do facebook, não?

Sofre in Primavera 2017

Começou ontem e a horas.

 

É verdade, estamos em pleno estado Primaveril.

 

Alergias, borbulhas e tosses, tudo está a ser preparado com muito cuidado para receber mais uma edição do Sofre in Primavera 2017. Este ano num espaço totalmente remodelado, mais poluído como convém e com um cartaz de fazer inveja a outras estações do ano.

Apresentam-se como cabeça de cartaz nas primeiras semanas, os repetentes "Falta de Ar" que, tal como em edições anteriores, garantem muitos saltos fora de ritmo da cadeira e prometem um concerto de cortar a respiração ao som do novo álbum "Sem inspiração".

Os renovados "Conjuntivite" com a sua balada "Olhos de salmão" e os eternos "Acne" com o fantástico "Não rebentes que é pior" são as grandes apostas deste evento para os últimos dias. "Suores frios" e "Alguns Espirros" também vão marcar presença.

Para quem não aprecia este tipo de eventos, poderá optar ainda pela tenda alternativa, dedicada a assuntos menos temáticos, liderados pelos "Temos bons genes" e a sempre tocada "Nunca tive alergias" ou "Nem na adolescência tive borbulhas".

Os mais novos também não foram esquecidos e poderão encontrar por todo o complexo diversos insufláveis produzidos totalmente à base de pólen e pêlo de gato. 

 

Não deixe passar esta oportunidade! Venha e traga a família toda!

 

Participe já na edição deste ano do Sofre in Primavera!

 

Bilhetes à venda nas urgências do costume.

 

 (imagem)

 

P.A 

Este post foi totalmente patrocinado pelas alterações climáticas


E fazer like na página do facebook, não?

O dia em que o teste de gravidez deu positivo

Caríssimos,

 

Desenganem-se aqueles que pensam que este post está relacionado com a minha mensagem de Ano Novo. Mantém-se tudo, o alerta vermelho em todos os distritos. Continua a ser verdade que Setembro é o mês dos nascimentos e que, por isso, vivemos perigosamente nestes dias férteis de Janeiro. 

Mas este post foi inesperado. A sério!

Alguns, perante a notícia, até dizem que foi acidente e ficam a ver. Outros que foi engano e desligam a chamada, mas, coincidência ou não, não é que ontem fiquei a saber esta magnífica novidade?

 

Mesmo que escondida lá no fundo do meu inconsciente, eu até tinha uma ideia de como tudo seria. De como iria ser comigo, com ela, que saberá sempre primeiro que nós e o que esse momento representaria para o resto das nossas vidas.

Naturalmente tinha também alguns receios, no meu caso, se teria mantas no chão para me amortecer a queda, ou se o desfibrilhador portátil teria as pilhas bem postas. Ela nunca as soube pôr bem.

Já pensaram como será esse dia? Ou, em alguns casos mais despachados, lembram-se de como foi esse dia?

O cocktail de emoções?

 

Enfim! Toda essa magia! Todo esse envolvimento! Toda essa imagem de esperança, felicidade e amor ou pânico puro...

 

Tudo perdido...

 

O quê? Perdido?

 

Sim perdido! Então não é que agora basta ir ao OLX!?

 

Vendo Testes de Gravidez Positivos - Preço Negociável

 

(digam que vão pelo P.A.)

 

 

 

 

P.A


E fazer like na página do facebook, não?

O ano até me estava a correr bem...

Isto não se faz.

 

É que sinceramente, não havia mesmo necessidade.

 

Ora vejam lá isto...

 

Domingo, Dia 1, como vos mostrei, brunch com amigos, sim senhor, tudo bem. Bom começo.

 

Segunda-feira, Dia 2, de manhã, a primeira novidade de 2017!

Descubro que agora vou passar a praticar um novo desporto. Salto de cama ao som de berbequim. Sem aviso prévio, começam obras no prédio ao lado.

O Seu Jorge que ouvia para acordar passou a ser o Senhor Manuel. O do berbequim. Eu até nem tenho nada contra o senhor. Só que heavy metal a ser perfurado, nunca foi o meu género preferido.

Dia 2, sim ainda não acabou, regresso a casa depois de um dia de trabalho, em que devo ter ouvido/lido/visto/cheirado/tocado um número de resoluções para 2017 equivalente a todos os livros que o Professor Marcelo já leu em toda a sua vida. E que surpresa a minha, nunca tinha pensado que algo como ir ao ginásio, deixar de fumar, estudar sem ser nas vésperas ou comer de forma mais saudável, pudesse ser algo a ser considerado...

Este ano deve ser mesmo diferente de todos os outros...

Até eu, por força da natureza, cheguei a casa com uma resolução muito clara na minha cabeça...

NÃO ME ESQUECER DA PORCARIA DO GUARDA-CHUVA!

Se normalmente já somos 70% água, eu estava em perfeita sintonia com isso. O problema é que só estava a falar das calças...

 

Dia 3, Terça-feira, depois de mais uma sessão de treino matinal com o Senhor Manuel e o seu último hit...na parede, estou a trabalhar e, numa pausa do trabalho (convém jogar pelo seguro, não sem quem pode ler isto), vou ao Sapo ver o que se passa no mundo...

Eis que...

O ano até me estava a correr bem! A sério!

Porquê sapo? Porquê?

 

Porquê recordar algo que julgava estar bem enterrado no meu inconsciente?? 

 

SAIU O TRAILER DAS 50 SOMBRAS DE GREY - PARTE 2

 

P.A.


E fazer like na página do facebook, não?

O primeiro dia do ano

Olá pessoal de 2017!

 

Então como foi essa passagem de ano, seus marotos?

 

Olhem que ainda estamos na fase de alerta vermelho de natalidade em Setembro que vos falei na minha mensagem de ano novo!

 

O dia D já passou, mas continuo a contar com a vossa fertilidade.. imaginativa, firmeza... do grande.. carácter que possuem e elasticidade... mental para metermos...no bolso, o record do ano passado!

 

Bom, mas vamos tentar esquecer, por momentos, este assunto, que acredito que, com esta rambóia toda, estejam já meio sem energias.

 

Vamos então tratar disso: Como repor energias no primeiro dia do ano?

 

Desenganem-se aqueles que hoje em dia conhecem expressões como brunch ou que sempre conheceram cafés/restaurantes/fast foods que funcionam no mesmo regime das farmácias, em que temos sempre, pelo menos, um aberto nas proximidades, seja que dia for, seja a que hora for...

 

Eu ainda sou do tempo... e isto agora vai-me custar bastante admitir, mas ainda sou do tempo em que existia um anúncio publicitário de uma empresa que não posso fazer aqui publicidade, era do Continente, em que uma senhora de idade avançada dizia:

 

"Eu ainda sou do tempo... em que mesmo que procures este vídeo no youtube daqui a 15 anos para poderes comprovar que és mesmo um dinossauro, não vais conseguir encontrar porque ainda não há youtube, velhadas!!" Bastante cool a senhora, para a altura. Era baixinha.

 

Além deste aspecto, sabem o que não existia também?

 

Qualquer estabelecimento aberto no dia 1!

É que tirando as urgências, que nem sequer tinham aquelas máquinas automáticas de comida, bem podíamos pensar em sair à rua no dia 1 para beber um café ou almoçar um pouco mais tarde. Agora que penso nisto, todos aqueles filmes pós-apocalípticos da altura, deviam ter sido todos rodados nesse dia, para reduzir custos. Não tinham de fechar lojas, nem afastar pessoal, nem colocar lixo no chão. Estava tudo como era suposto. Era só filmar.

 

Pode custar a acreditar para quem não passou por isso, mas de facto hoje em dia já não é nada assim. Tanto que dei por mim ontem num brunch em que todos os turnos encheram em poucos instantes e apenas com reservas antecipadas.

Estou a falar-vos do Olivier Avenida, em Lisboa.

 

IMG-20170101-WA0006.jpg

 

 

Como gostei bastante da experiência, resolvi partilhar aqui convosco o aspecto de alguns pratos que criei (sim é buffet, podem criar os vosso próprios pratos).

 

IMG-20170101-WA0001.jpg

IMG-20170101-WA0000.jpg

 

Bem melhor do que o cenário pós-apocalíptico, não?

 

Mas agora podem perguntar vocês, "Estou a dizer isto para, quem sabe, experimentarem no dia 1 de 2018, é isso?" Em parte sim. Mas, se estiverem mesmo aflitos, todos os domingos eles repetem a experiência!

 

Bom ano!! E sem bouquets..ok..?

 

P.A.


E fazer like na página do facebook, não?

A minha mensagem de Final de Ano

Caríssimos,

 

Por existir um comportamento humano que sempre me fascinou nestas vésperas de noite de Passagem de Ano e principalmente na Passagem de Ano em particular, resolvi aproveitar, este ano, já que tenho uma espécie de blog, para o partilhar convosco.

 

Mas, antes de mais, o meu desejo para vós:

 

boasEntradas.jpg

 

 

Esta imagem poderá ter vários significados ao longo deste post. Deixo ao vosso critério...

 

Podem não saber, mas estamos, neste momento, numa fase crítica da nossa sociedade. "O quê? Maria Leal a cantar outra vez? O que se passou?"

Nada disso. Falo de uma fase positiva!

Uma ideia, uma força, um estímulo, algo global que, particularmente nesta altura, nos "empurra para agirmos"!

Vá, não se façam de desentendidos. Somos todos amigos aqui. Ainda não chegaram lá?

 

Vou tentar dizer de outras formas:

"Anda tudo com a lareira acesa!"

"A minha roupa interior é azul, para dar sorte!"

"Está frio, chega-te..."

"Manuel Maria?! Quem é esta cabra?!?!?"

 

Já lá chegaram? Não?

 

Bem, chegando ou não, vou ter de vos mostrar isto de qualquer forma:

 

 

 

 

 

Ora, fazendo as contas, aquelas dos 9 meses fora, nada, já deu para perceber o que passa aqui, não é verdade?

 

Exacto, isso mesmo!

 

Estamos no olho do furacão minha gente! (Esta frase também deixo ao vosso critério...)

 

Por isso, meus amigos, deixo-vos com a minha mensagem de fim de ano:

 

Eu, P.A., cidadão deste país, conto convosco!

Temos uma missão! Voltar a garantir aquele 9.1% que ali está! Ou melhor, superá-lo!

Continuem assim, por favor!

É que quantos mais eu conseguir enganar por aqui, mais tempo estou eu safo desta minha obrigação!!

Comam! Bebam (muito importante esta, para a coisa se dar)! Mas depois não conduzam! O carro!! 

Festejem! Festejem como sabem!

Se não sabem e esta é a primeira passagem de ano "no activo", pesquisem no Google por Gustavo Santos.

A sério!

Depois, é fazer exactamente ao contrário e está no papo!

 

 

P.A.


E fazer like na página do facebook, não?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Mais sobre mim

imagem de perfil

Queres mais conteúdo do bom? Segue-me no Bloglovin que eu depois digo-te onde.

Arquivo