Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

Situações do dia-a-dia

Hoje tenho uma situação que se passou entre as duas personagens deste blog:

A minha namorada e o P.A.

 

Estou nervoso. Afinal de contas, é a nossa primeira vez em público.

 

Vamos lá tentar descrever a cena:

 

P.A sossegado, no sofá, a escrever. Eu disse que estava sossegado, não disse?

A minha namorada vem na minha direcção com o telemóvel na mão e com uma expressão de felicidade no rosto.

 

Até aqui tudo bem, o P.A. sentia-se seguro e livre de apuros. Basicamente sossegado!

 

Chega ao pé de mim, senta-se ao meu lado, agarra no gato e dá-me o telemóvel para a mão.

Diz-me: "Olha, já sabias disto?"

Olho para ela, e, nesse mesmo momento, começa a passar a mão no pêlo do gato, lentamente, muito lentamente, à espera que eu diga algo.

Tremo pela primeira vez. 

Respiro fundo e decido enfrentar a verdade.

Olho para o que estava no telemóvel...

Pronto, confirma-se. Estou desassossegado!

 

Vejo uma imagem... É um primo meu a dar-me uma facada! Sim! Facada!

Então não é que vai casar? Só não te chamo bandido, porque és o único que vem cá ler isto!

Agora seria aquele momento em que se costuma dizer que vimos a nossa vida toda a andar para trás num segundo. Aqueles momentos de stress extremo em que o nosso corpo fica com a sirene ligada, invocando todos os glóbulos brancos para mais uma batalha.

No meu caso, foi muito pior! "Só" imaginei mais um bouquet a voar na direcção dela! 

 

SOCORRO!!

 

A andar assim quantos blogs vou ter eu em 2030?!

 

P.A.


E fazer like na página do facebook, não?

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

17 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Queres mais conteúdo do bom? Segue-me no Bloglovin que eu depois digo-te onde.

Arquivo