Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

A minha namorada apanhou o bouquet

Um local de paz e reflexão, mesmo tendo ela apanhado o bouquet.

Afinal o que é o bouquet?

O post de hoje nasceu ontem. Não houve planeamento familiar. Foi um acidente, uma espécie de post não desejado, mas que aconteceu. E logo eu que sou a favor do post seguro.

Nasceu por acaso quando estava a verificar as estatísticas do blog, que sofreu recentemente umas alterações por parte da equipa do Sapo. 

Eu de facto já vinha a estranhar o aumento de visitas no blog. Por qualidade dos posts do autor não seria certamente.

E além disso, desde Março que não pago à minha família para cá vir. Por que raio as visitas sobem na mesma?

O enigma ficou finalmente resolvido ontem:

termoDePesquisa.png

Afinal bouquet e namorada na mesma frase até pode abrir caminho a outras coisas.... E aparentemente bem mais positivas do que o meu propósito aqui. De qualquer forma, mesmo sendo este o verdadeiro motivo das visitas dos meus leitores, vou ter de resolver isto:

Pequeno Américo chega aqui. Senta-te aí que temos de ter A conversa.

A namorada e o bouquet que ela apanhou, que o tio P.A fala aqui, não tem nada a ver com o que os vizinhos do terceiro esquerdo aos sábados, por essas 10:32 fazem, está bem? Não tem nada a ver com remodelação de mobiliário do quarto que ouvimos sempre a arrastar e que de vez em quando se aleijam e depois claro, gritam alto, os descuidados. Nada relaccionado, pequeno Américo.

Este bouquet é um ramo fofinho muito bonitinho que a noiva leva para os casamentos apenas para tramar a vida a um solteiro qualquer que lá esteja e que, por azar, levou também a namorada. É só isso. No lançamento do tal bouquet, também tens gritos, saltos, mãos no ar, às vezes roupa rasgada e normalmente até dura mais tempo que a remodelação do vizinho do terceiro esquerdo. Mas é só isso. A namorada não faz bouquet, está bem?

No entanto se a pequena Carolina te quiser oferecer um bouquet, pensa bem. Não é bem melhor ver os Power Rangers do que começar já a arrastar móveis tão cedo? Isso dá-te cabo dessas costas!

 

Vá, vai lá brincar agora aos médicos vá.

  

P.A.

(E um obrigado especial à equipa do Sapo que tornou possível este post indesejado.)


E fazer like na página do facebook, não?

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

7 comentários

  • Imagem de perfil

    P.A 21.04.2017 00:44

    Ahahahah muito bom Rita!
    Não estava à espera dessa
  • Imagem de perfil

    Rita PN 21.04.2017 00:56

    Por vezes tenho umas arrancadas inesperadas
  • Imagem de perfil

    P.A 21.04.2017 11:51

    Estou a ver que sim =)
    Pensava que em comum só o template do blog
    O jeito para a escrita é só teu, claro.
  • Imagem de perfil

    Rita PN 21.04.2017 11:59

    "De loucos todos temos um pouco." Eu só não costumo deixar muito esse rasto por aqui :p
    Mas não resisti ao teu post!
    Só meu? Nada disso. Cada qual tem o seu jeito e estilo próprio. Não vamos analisar por aí :-)
    No template cabo-te o gosto
  • Imagem de perfil

    P.A 21.04.2017 12:07

    De facto começo a perceber que o dito bouquet, (com "n" ou sem "n") tem esse efeito nas pessoas :P
    Outra coisa, Alberto Pimenta diz-te alguma coisa?
    http://aminhanamoradaapanhouobouquet.blogs.sapo.pt/uma-pequena-adivinha-quem-e-17424
  • Imagem de perfil

    Rita PN 21.04.2017 13:16

    Ao ler a palavra não tive como evitar fazer aquele comentário... ;P

    A mim não me diz nada,mas já lá vou ver o que é que posso eu dizer ao senhor Alberto :p
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Queres mais conteúdo do bom? Segue-me no Bloglovin que eu depois digo-te onde.

    Arquivo